21 de maio de 2017

Caraval, de Stephanie Garber

Título: Caraval
Autor (a): Stephanie Garber
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 400
Classificação:

✏ Sinopse: Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele. Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível. O Caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada.

Os sonhos que se realizam podem ser belos, mas também podem se tornar pesadelos quando as pessoas não acordam.

⏳🎩🎪 As irmãs Scarlett e Donatella Dragna vivem na Ilha Conquistada de Trisda, junto com o pai, o autoritário e impiedoso Governador Dragna. As irmãs sempre ouviram histórias sobre o Caraval, contadas por sua avó. Com entusiasmo e grande curiosidade, Scar escrevera desde pequena para Lenda, o Mestre do Caraval. E, muitos anos depois, perto da data de seu casamento arranjado com um conde, ela acaba obtendo uma resposta, junto com 3 ingressos. Nesse período de tempo, elas conhecem melhor o marinheiro Julian, que irá embarcar com as irmãs em uma aventura - que pode ou não ser real. Tudo é duvidoso no Caraval. 

Não quero me prolongar muito sobre a história, pois eu mesma nada sabia sobre e li sem expectativas muito altas, achei ótimo. Deixo essa dica aqui para vocês. Assim como os personagens, a história foi se tornando gradativamente melhor e mais interessante. O que antes parecia desconexo, acabou formando uma teia de acontecimentos que fez da reta final uma das melhores partes do livro.

No início, Scarlett se mostra mais inocente e insegura do que o necessário, mas devemos levar em conta a convivência dela com o pai. Ele intimida, limita e maltrata as filhas, impondo sua autoridade sempre que surge uma hora oportuna. Donatella foi mais aventureira e simpática que a irmã desde o início do livro, mas as duas tiveram que enfrentar a ira do pai após a despedida da mãe. E uma coisinha que me chamou atenção em Scar foi o fato de ela associar sentimentos a cores. Achei interessante a associação e escolha dos tons.

Alguns pontos na construção do Caraval em si ficaram um pouco soltos e não muito aprofundados. Contudo, eu me senti imersa nesse mundo ilusório e mágico. A ideia foi, ao meu ver, bem diferente do que já li. Toda a magia presente envolve tanto os personagens quanto nós, leitores. O tempo modificado, as formas de pagamento, o universo fantástico, a junção de realidade e ilusão, achei tudo bem interessante e deram um toque diferente à história. 

Todos os atos dos personagens acabam sendo questionáveis e duvidosos aos nossos olhos. Fiquei me perguntando o que seria ilusão e o que seria real - ou quase - dentro da trama, o que me deixou intrigada em alguns momentos e curiosa para saber o que se passaria nas próximas páginas.

O modo como o livro terminou alimentou minha curiosidade para o segundo volume (apesar de alguns pontos não terem me agradado tanto)! ❤ Um agradecimento à Novo Conceito por ter cedido antecipadamente para a leitura e mantido essa capa maravilhosa 😍 

ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com

Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

12 de maio de 2017

Lançamento Editora Morro Branco


Ei, pessoal!
Que a Editora Morro Branco está trazendo cada dia mais lançamentos maravilhosos, isso não é novidade. E dessa vez não é diferente. O lançamento da vez é "Entre Cabras e Ovelhas", que já conquista pela capa linda (amei o tom de azul!) e a sinopse completa o pacote! Confiram mais sobre o livro


Título: Entre Cabras e Ovelhas
Autor (a): Joanna Cannon
Editora: Morro Branco
N° de páginas: 472

✏ Sinopse: Inglaterra, verão de 1976. A sra. Creasy está desaparecida e a Vila borbulha com fofocas. Os vizinhos culpam a sufocante onda de calor por seu repentino sumiço, mas as pequenas Grace e Tilly não estão convencidas disso. Com o sol brilhando incansável no céu, as meninas decidem tomar o assunto em suas próprias mãos e, batendo de porta em porta atrás de pistas, percebem que todos na Vila têm algo a esconder. Enquanto a rua começa a revelar seus segredos, as pequenas detetives vão perceber que nem tudo é o que parece.

“Encantador do começo ao fim” Paula Hawkins, autora de A Garota no Trem

DESTAQUES

3º lugar na lista de mais vendidos do Sunday Times  
“Melhores livros de ficção” pela Waterstones  
Finalista do British Book Awards 2017

🐑  SARAIVA 🐑 AMAZON 🐑 LIVRARIA CULTURA 🐑LIVRARIA DA TRAVESSA 🐑


Editora parceira
ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com
Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

7 de maio de 2017

O Cão dos Baskerville, de Sir Arthur Conan Doyle

Título: O Cão dos Baskerville
Autor (a): Arthur Conan Doyle
Editora: Harper Collins
N° de páginas: 164
Classificação:★ + (Favoritado)


✏ Sinopse: O milionário inglês Sir Charles Baskerville é encontrado morto no pântano e um ataque cardíaco é a causa provável, mas há quem acredite que um cão-fantasma assombra a região, matando há gerações homens da família Baskerville. Sherlock Holmes e seu ajudante Watson são convocados para resolver o mistério. Escrito em 1902 por Sir Arthur Conan Doyle, o mais conhecido romance com o lendário detetive já inspirou cerca de vinte adaptaçõespara o cinema.

O mundo está cheio de coisas óbvias que ninguém jamais observa.


Sherlock recebe um cliente desconhecido e várias partes de um todo fragmentado nas mãos: a morte do antigo dono do Solar dos Baskerville e a lenda/maldição do cão que assola a família há um bom tempo. Todo herdeiro da fortuna acabava morrendo de repente, em torno da charneca, que fazia parte da propriedade, e os habitantes de Devonshire acreditavam ser por um ataque do cão misterioso.

Nutrido por um grande interesse no caso, Sherlock e Watson se revezam para tentar desvendar esses terríveis acontecimentos. Seria a morte causada por um ser sobrenatural? Ou seria um assassinato engenhoso?

Em "O Cão dos Baskerville" temos uma participação bem maior de Watson e várias páginas de seus pensamentos e resoluções sobre o caso. Ele não é somente o narrador, mas também tem parte como investigador, o que foi uma coisa que gostei muito na leitura!

O final é muito satisfatório; Doyle criou um grande quebra cabeça e fez todas as peças se unirem e encaixarem com perfeição. Sherlock, claro, explica todo o andamento do caso e deixa tudo claro para o leitor.

"O Cão dos Baskerville" é um livro muito bem detalhado e escrito. Apesar de termos um bom número de personagens, a leitura não se tornou cansativa ou arrastada, mas sim prazerosa e instigante. Sherlock como sempre é genial e muito focado em seu trabalho para desvendar o caso e a lenda que assola a família Baskerville, sempre fiel e dando o melhor de si ao seu cliente. Não podemos deixar de fora Watson, que também contribuiu de forma generosa para solucionar o caso.

E não posso deixar de dizer que é um livro que recomendo MUITO! É realmente bom, uma leitura que te prende e te transporta para dentro dessa história com um toque sombrio e faz com que tente investigar junto com essa dupla maravilhosa.
ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com

Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

27 de abril de 2017

Meus quotes preferidos de A Jogada Perfeita

Ei, pessoal!
A Jogada Perfeita foi um livro lido esse ano em parceria com a autora Evilane Oliveira Durante a leitura, alguns quotes chamaram minha atenção e tive que selecionar. Trouxe para compartilhar com vocês Já tem resenha do livro aqui no blog (CLIQUE AQUI)! 
- Deixe o tempo mostrar o quanto a jogada de vocês vai, não só fazer um touchdown, mas também vai vencer o campeonato inteiro.

Foi ali que nossa história começou. E eu não posso e nunca poderia apagar ela. É a nossa mesmo que tenha sido sofrida e dramática.

Eu não sei falar bonito, Ruiva. Porém eu sei o que meu coração sente. Eu sei que quando você chega ele se alegra, eu também sei que quando você vai embora ele se aparta. Parece sufocante.

Depois de uma semana recebendo nada, hoje eu recebi tudo e esse é o melhor prêmio que eu já recebi na minha vida.

Dominick tem que entender que a única coisa que vejo de diferente nele é seu jeito de andar. Nada mais. E é isso que quero mostrar para ele. Ele é normal.

Você é a única coisa que me mantém feliz nessa merda que minha vida se tornou. Você é a minha luz.

Gostaram? Qual foi o preferido de vocês? 




ACOMPANHE A AUTORA E O LIVRO
FACEBOOK ♥ SKOOB ♥ INSTAGRAM ♥ OUTRAS OBRAS 
ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com

Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

13 de abril de 2017

Tudo que deixamos para trás, de Maja Lunde

Título: Tudo que deixamos para trás
Autor (a): Maja Lunde
Editora: Morro Branco
N° de páginas: 475
Classificação:★,5


✏ Sinopse: Em 1852, William é um deprimido biólogo inglês, que deseja criar um novo tipo de colmeia capaz de trazer reconhecimento para sua família. Em 2007, George é um apicultor americano que luta para manter o negócio produtivo e acredita que seu filho pode ser a salvação de sua fazenda. Em uma China futurista, quando todas as abelhas desapareceram, Tao trabalha com polinização manual. Enquanto passa seus dias pendurada em árvores, deseja para seu filho uma educação e vida melhores do que a sua. Mais do que uma distopia sobre o desaparecimento das abelhas, em que passado, presente e futuro se encontram, Tudo Que Deixamos Para Trás é uma poderosa história sobre o relacionamento entre pais e filhos e o sacrifício que fazemos por nossas famílias.

"As abelhas eram capazes de cobrir vários quilômetros num dia só. Milhares de flores. Sem elas, as flores eram inúteis. Bonitas de ver enquanto durassem, nenhum valor a longo prazo. As flores murchavam, morriam, sem dar frutos."

Temos presente nesse livro três histórias, que se passam em três tempos diferentes. Em 1852 temos William, naturalista e biólogo que divide seu tempo entre pesquisas e uma grande criação: um novo tipo de colméia. Em 2007, temos George, um talentoso apicultor que possui uma dificuldade de relacionamento com o filho. A apicultura fora passada de geração em geração em sua família, mas o filho não parece muito interessado no assunto. Até que algo muda o rumo da história. 2098, em uma china futurista, temos Tao. As abelhas não mais existem e a polinização agora é feita de forma manual, um trabalho desgastante e que não traz muita renda para a família. Um dia de folga que seria considerado um presente, acaba virando um pesadelo.

🐝🐝🐝🐝

Ainda que possa parecer confuso, o livro em nenhum momento me fez sentir deslocada, pois as histórias são interligadas por um ponto principal. O modo como a autora a fez se desenvolver tornou todos os fatos, mesmo que divididos, entrelaçados como um nó. 

Essa foi, para mim, uma leitura diferente. Nesse livro, as próprias pessoas são os vilões. Ele tem um olhar muito voltado para a consequência dos atos que o ser humano comete contra a natureza e traz à tona questões que mostram como é importante preservar e cuidar do nosso precioso meio ambiente. O livro, desde o início, falou muito sobre a importância da abelha e o impacto de sua falta para o mundo. E me fez refletir, também. Um inseto tão pequeno, na maioria das vezes ignorado por nós, tem grande parte no que precisamos para sobreviver. 

A abelha pode ser pequena aos nossos olhos, mas seu papel é realmente imenso para a natureza e para nossas vidas. O ser humano, às vezes, se vê como o centro das coisas, mas esquece do quão dependentes e frágeis nós somos em relação à natureza. 

"Eu tinha oito anos de idade e compreendi apenas uma fração do que li e ouvi. Mas entendi o respeito profundo de minha professora, o livro a tinha tocado. E entendi essa parte sobre a educação. Sem o conhecimento não somos nada. Sem o conhecimento somos animais."

Algo muito interessante a respeito do livro foi o fato de que instigou minha curiosidade sobre o assunto. Não foi somente ler páginas e páginas, mas também adquirir conhecimento. A autora soube tratar bem do assunto e mostrar o impacto do mesmo na sociedade.

💛 Temos que lembrar que somos somente uma parte de tudo isso. 
Uma pequena gota em um imenso oceano. 💛

A parte dessa trajetória criada por Maja que mais me chamou a atenção e prendeu foi a do futuro, com Tao. Ela demonstra seu amor incalculável pelo filho desde a primeira página que cita sua história. E a relação familiar é tratada durante todo o livro, a autora chama bastante atenção para o assunto.

Gostei bastante da forma como as três histórias foram se entrelaçando ainda mais na reta final do livro e também do final, não arrebatador, mas aquele que nos mostra todos os fatos como são. Demonstra conforto e esperança. 

"Pela primeira vez em muitos anos, eu me deixei abraçar por livros, por palavras. Eu poderia ter passado uma vida inteira aqui."

E o que dizer dessa edição? A Editora caprichou, todos os detalhes, tantos externos quanto internos do livro estão maravilhosos e super temáticos 💛🐝 Leitura super indicada!

Editora parceira
ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com
Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

6 de abril de 2017

Harry Potter e o Cálice de Fogo, de J. K. Rowling

Título: Harry Potter e o Cálice de Fogo (Harry Potter #4)
Autor (a): J. K. Rowling
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 535
Classificação:★ +


✏ Sinopse: No quarto ano em Hogwarts, Harry Potter, embora ainda sem idade suficiente, é misteriosamente selecionado pelo Cálice de Fogo para competir no arriscado Torneio Tribruxo. Estranhos sinais luminosos no céu mostram que Voldemort pode estar anunciando sua volta. Além disso, a marca na testa de Harry não pára de doer, o que sempre significa que algo muito tenso está para acontecer. Harry e seus amigos precisam enfrentar testes terríveis, dentro e fora da gincana. Será que estão preparados?


Se você quer saber como um homem é, veja como ele trata os inferiores, e não os seus iguais. 


Em HP e o Cálice de Fogo nosso bruxinho querido, Harry, depois de várias tentativas, acaba conseguindo ir ao campeonato mundial de quadribol com a família (amorzinho) Weasley e presencia um verdadeiro espetáculo - tanto no bom sentido quanto no mau.

Depois de um momento maravilhoso vendo de perto a agilidade de todos aqueles jogadores de quadribol, e de um grande susto (que deixou muitas interrogações), ele parte para a estação Kings Cross, rumo a Hogwarts, para mais um ano. Como sempre, a escola reserva muitas surpresas. 😮

O Torneio Tribruxo (que teria 1 participante de cada escola). Atitudes suspeitas. O 4° livro traz realmente uma reviravolta. Mortes. Descobertas. O avanço da força das trevas. Muita ação e cenas de fazer o coração ficar bem apertadinho dentro do peito 😣

As diferenças de costumes e língua não significam nada se os nossos objetivos forem os mesmos e os nossos corações forem receptivos.❞ 

Depois de uma determinada parte, passei a pausar um pouco a leitura para assimilar as informações ou mesmo para pensar: não pode ser. E para marcar aquelas passagens favoritas, claro - que foram muitas! O meu trio favorito continua um amor, assim como o querido Dumbledore. 

Conhecemos novos personagens, de duas escolas participantes do torneio: Durmstrang e Beauxbatons, dentre eles o famoso apanhador da equipe da Bulgária, Vítor Krum (que vai intrigar Rony haha) e Fleur Delacour, das respectivas escolas.

O final deixou um grande desejo por mais da história e umas boas horas de reflexão. Apesar de o livro ser maior que os 3 primeiros, a leitura não se tornou cansativa em nenhum momento. Tive que favoritar mais um e estou percebendo que será difícil não fazer isso com os outros também.

História incrível. Escrita maravilhosa. Só amor

Não faz diferença quem a pessoa é ao nascer, mas o que ela vai ser ao crescer!❞ 


ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com
Obrigada por tudo, pessoal!

Beijos 

25 de março de 2017

Zac & Mia, de A. J. Betts

Título: Zac & Mia
Autor (a): A. J. Betts
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 288
Classificação:★,5


✏ Sinopse: A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso. No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela. Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente. Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro? Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.


Quando estamos juntos, ninguém cai, desaba ou desiste.


Zac tem leucemia e está no hospital se recuperando após a cirurgia de transplante de medula. Em seu quarto, tudo é quieto e tem uma rotina diária, com sua mãe sempre ao seu lado. Mas tudo muda quando o quarto ao lado recebe uma nova e diferente paciente: uma garota que não se dá bem com a mãe, escuta Lady Gaga o dia inteiro (e no replay) e possui osteosarcoma.

Zac então decide se comunicar com ela, por estar incomodado com a música, e faz isso dando vários socos na parede. E ele é correspondido. A partir desse contato, vemos uma amizade crescer cada vez mais. E quem sabe um amor? 

Apesar de o livro falar sobre câncer e os protagonistas, infelizmente, possuírem a doenca, achei a história diferente. Mia reage de um jeito muito real. A dor da mudança, da perda do apoio das pessoas que a rodeiam, a insegurança e o receio. Zac sempre constrói uma teia firme em torno das chances de cura e tenta apoiar Mia. E o contrário também acontece durante a leitura.

Uma coisa que me chamou atenção na história foi que, apesar de falar sobre a doença, o foco não é esse, mas sim no vencer, lutar e ser forte.

Zac me arrancou vários risos e sorrisos durante a leitura; ele é um personagem carismático, fofo e engraçado (que nutre uma grande paixão por Emma Watson). Achei o primeiro contato dos dois super inusitado, e mesmo as primeiras cenas se passando no hospital e não tendo tantos acontecimentos diferentes, não se tornou algo chato, na minha opinião.

A escrita da autora é envolvente e a leitura realmente fluiu muito bem comigo. Os capítulos são alternados entre a visão do dois personagens e gostei bastante disso. Mia às vezes é bem cabeça dura, porém o que ela passa também não é algo tão fácil assim de enfrentar. E, no fundo, está guardada uma pessoa diferente e pronta para se libertar a qualquer momento.

Não foi um livro escrito para mostrar esses personagens como pessoas frágeis e vulneráveis por causa da doença. É um livro que fala principalmente de otimismo e esperança. E o final é muito amor 😍 Leitura recomendada 💙

ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com
Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos